Perigos dos materiais copiados da net para uso profissional

Postado por em agosto 12, 2016 em Materiais de Segurança e Saúde Ocupacional, Materiais para Ler e Baixar | 0 comentários

Perigos dos materiais copiados da net para uso profissional

Perigos dos materiais copiados da net para uso profissional – Por Heitor Borba

 

Quase todo profissional já copiou materiais da internet para uso em sua empresa. Mas será que esses materiais são tão confiáveis assim?

Muitos profissionais, como eu, gostam de divulgar sua área de atuação na internet. Alguns materiais publicados possuem conteúdo profundo, concatenado, lógico, embasado por fontes indexadas, ou seja, verdadeiro (como os meus). Outros possuem conteúdo raso como pires, embasado unicamente na opinião do autor.

Os materiais mais copiados da internet são sem dúvida os formulários e os procedimentos de segurança e saúde ocupacional. Há até uma máxima dessa área que diz: “Em segurança (do trabalho) nada se cria, tudo se copia”. O que esse pessoal não sabe é que “Copiar e colar também gera gente lesa“. Na verdade, assim como os músculos, o cérebro também precisa de  esforço para ser fortalecido. E para ter cérebro inteligente é necessário exercitá-lo. Copiar e colar integralmente os trabalhos dos outros não vai fazer com que você seja mais inteligente ou mais competente profissionalmente.[1]

Outro agravante dessa prática é o desrespeito aos direitos autorais. Ressaltando que materiais como Ideias, procedimentos normativos, sistemas, métodos, esquemas, formulários em branco para serem preenchidos e virarem documentos, leis, decretos, regulamentos, decisões judiciais, atos oficiais, etc não carecem de direitos autorais.[2]

Não vejo problema algum no uso de materiais baixados da internet apenas como modelo ou base para adaptação conforme a realidade da empresa. Mas o uso de cópias integrais denota incompetência profissional, além de não atender satisfatoriamente os objetivos da sua aplicação.

Auditando SESMT, encontrei muitos desses materiais. São materiais, como por exemplo,  Ordens de Serviços – OS, Análise Preliminar de Riscos – APR, Check List e outros formulários sem coerência[3] com as atividades e os riscos a que os trabalhadores estão expostos.

Numa das Ordens de Serviços de Pedreiro, por exemplo, não apareciam dois riscos potenciais importantes, como ruído e hidrocarbonetos aromáticos. É que fica difícil encontrar na net OS de Pedreiro de Restauro. Pois é. As atividades do Pedreiro descritas na OS eram de alvenaria. Desse modo não havia a indicação das medidas preventivas e o Técnico de Segurança estava expondo a vida dos trabalhadores ao perigo. E isso é crime. No caso de um acidente fatal essa falha ia aparecer com toda força, mesmo não sendo causadora do infortúnio. Como já disse: “Risco não reconhecido é risco oficialmente inexistente”. O profissional e a empresa podem pagar caro por isso. No mundo real o risco continua existindo e pode causar um acidente fatal.

Outra coisa, não existe placas de segurança na net específicas para os postos de trabalho, atividades e riscos profissionais da sua empresa. Podemos aproveitar algumas placas de conteúdo geral, mas as placas dos postos de trabalhos (que são as mais importantes) devem ser projetadas. Para isso o profissional de segurança deve elaborar um projeto de sinalização. Alguns exemplos de placas específicas de postos de trabalho você encontra neste site.[4]

Infelizmente essa prática é muito comum. Aproveitando o ensejo gostaria de mandar um recado para esses pseudoprevencionistas: Segurança do trabalho não é copia e cola, mas trabalho personalizado. Não existem documentos na net que possam ser utilizados na sua empresa sem alterações ou adaptações.

Copiar integralmente material baixado da internet para uso na área profissional é incompetência, falta de profissionalismo e pode incorrer em crime.  O profissional deve sempre manter uma consciência respeitosa em relação aos direito autorais, citar a fonte e o autor utilizados, solicitar autorização da obra do terceiro antes do uso, acabar com a cultura do “copiar e colar” e, sobretudo, respeitar os artigos 297 a 299 do código penal.[5]

Estudar o suficiente para conseguir competência na área profissional é algo que muitos não querem. Tenho escutado frequentemente titulares da área de segurança do trabalho alegarem que não gostam dos meus artigos porque possuem letras demais e preferem vídeos do you tube. São os “profissionais” de you tube.[6] Coitados dos trabalhadores.

Webgrafia:

[1] Copiar e colar não vai fazer com que você seja mais inteligente

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142014000100017

[2] Alguns materiais não carecem de direitos autorais

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-19651998000200011

[3] Coerência documental em segurança e saúde ocupacional

http://heitorborbasolucoes.com.br/coerencia-documental-em-seguranca-e-saude-ocupacional/

[4] Placas específicas de postos de trabalho

http://heitorborbasolucoes.com.br/modelo-de-placas-de-seguranca-do-trabalho-especificas-para-postos-de-trabalho/

[5] Artigos 297 a 299 do código penal

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/Del2848compilado.htm

[6] “Profissionais” de you tube

http://heitorborbasolucoes.com.br/profissionais-de-you-tube/

Artigos relacionados:

Por que alguns profissionais deixam que outros tomem o seu lugar na empresa?


Analfabetismo funcional: Um problema corporativo

Profissionais de You Tube

Características das empresas de alto desempenho

Atributos necessários ao Gestor de Projetos

Motivação funcional

Delegação da autoridade funcional

Responsabilidade X Autoridade

Sistema de Comunicação Organizacional (SCO)

Planejamento estratégico baseado em julgamentos

Gestão da liderança na organização

O Comando empresarial

Objetivos e metas

Habilidades necessárias ao exercício das funções gerenciais

Fatores críticos de sucesso de um projeto

A importância do Plano de Ação no gerenciamento de projetos

Planejamento Empresarial

A ferramenta 5W2H

Gestão preventiva dos Comportamentos Críticos

Objetividade profissional e eficiência funcional

Gestão de Segurança e Saúde Ocupacional em obras de Construção Civil

Prova e evidencia

SESMT ineficazes representam prejuízos para as empresas

Lean Construction

Teoria da Contingência

Profissionais da geração “Y” são YRRITANTES segundo empresários e gestores

Gestão da Emoção

Empresas estão cada vez mais preocupadas com a falta de profissionais que pensam.

Artigo “Eficiência e eficácia”

Artigo “O Círculo de Qualidade de Ishikawa”

Artigo “Círculo de Controle da Qualidade (CCQ)”

Artigo “Sistema de Produção Puxada Pelo Cliente (SPP)”

Coerência documental em Segurança e Saúde Ocupacional

Norma Regulamentadora – 00 (NR-00)

Interpretação dos textos legais

0 Comentário

Trackbacks/Pingbacks

  1. A abordagem técnica e científica para realização de levantamento ambiental - Heitor Borba Soluções | Heitor Borba Soluções - [...] Perigos dos materiais copiados da net para uso profissional [...]

Enviar comentário