O Comando empresarial

Postado por em dezembro 16, 2015 em Artigos Técnicos, Materiais para Ler e Baixar | 0 comentários

O Comando empresarial

O Comando empresarial – Por Heitor Borba

 

 

Comando empresarial é a energia que dinamiza os indivíduos envolvidos no sentido de fazer funcionar a máquina empresarial para que os objetivos sejam atingidos.

A cadeia de comando ou hierarquia funcional administrativa, em seus diversos níveis hierárquicos, é essencial para a vida da organização. A função do gestor ou superior hierárquico dentro de uma organização é a de delegar tarefas e fiscalizar subordinados. Em contrapartida, a função do subordinado é a de executar as ordens a ele delegadas e sob o controle e o monitoramento do gestor. Para que esse processo seja realizado, há necessidade de haver uma boa estrutura de comunicação empresarial. A comunicação ideal entre superior e subordinado tende a fortalecer os laços do relacionamento profissional entre ambos, levando ao cumprimento das ordens delegadas sem distorções. Essa perfeição reduz a necessidade de controle e monitoramento sistêmico por parte do gestor. Mas para que isso ocorra, a alta administração deve buscar uma definição clara da cadeia de comando que atenda as necessidades da empresa. Nas organizações onde a cadeia de comando é quebrada com frequência geralmente há negligência na estrutura de comunicação.

De forma mais técnica, o comando empresarial pode ser definido como a energia capaz de tirar os trabalhadores da inércia, dinamizá-los e acelerar ações no sentido de atingir os objetivos planejados, conforme os interesses da organização. Quem usa os inanimados fatores de produção são os trabalhadores sob o comando dos gestores, para que ganhem vida e resultem em bens e serviços.

Apesar de alguns autores considerarem as funções de comandar e dirigir idênticas, na prática percebemos diferenças significativas entre essas duas funções administrativas:

 

COMANDAR

Possui relação direta com autoridade e capacidade de execução de ações (não permite escolha). O comandante manda e os subordinados obedecem sem questionamentos. O comando é autocrático;

Significado de Comandar

Exercer o comando;

Decidir, em razão de autoridade, o que outrem deve fazer;

Ter autoridade sobre;

Ordenar, mandar.

DIRIGIR

Aplica-se a autoridade deliberativa de ações (permite escolha de opções). O dirigente escolhe a melhor opção e repassa aos subordinados que obedecem mediante consenso. O dirigente é democrático;

Significado de Dirigir

Gerir, administrar, ter a direção de;

Governar.

Na prática os gestores apresentam as duas funções (comando e direção) que dependem da situação encontrada em cada caso. Nesse contexto a liderança consiste na capacidade do comandante ou do dirigente.

Fato preocupante é que muitas organizações não estão investindo em reservas de líderes futuros para a função de comando. Uma variável de continuidade importante que deveria ser considerado nos planejamentos estratégicos. Ou seja, não basta apenas garantir a continuidade do empreendimento. Há necessidade também de preparar a sucessão do comando.

O comando parte da alta direção e é delegado aos gestores dos diversos níveis hierárquicos da organização. Comandar ou dirigir são funções gerenciais que todos os gestores devem conhecer bem.

Webgrafia:

http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1519-70772009000100008&script=sci_arttext

https://pt.wikipedia.org/wiki/Cadeia_de_comando

http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0034-75901981000200003&script=sci_arttext

http://www.dicio.com.br/comandar/

http://www.dicio.com.br/dirigir/

Artigos relacionados:

Objetivos e metas

 

Habilidades necessárias ao exercício das funções gerenciais

 

Fatores críticos de sucesso de um projeto

 

A importância do Plano de Ação no gerenciamento de projetos

 

Planejamento Empresarial

 

A ferramenta 5W2H

 

Gestão preventiva dos Comportamentos Críticos

 

Objetividade profissional e eficiência funcional

 

Gestão de Segurança e Saúde Ocupacional em obras de Construção Civil

 

Prova e evidencia

 

SESMT ineficazes representam prejuízos para as empresas

 

Lean Construction

 

Teoria da Contingência

 

Profissionais da geração “Y” são YRRITANTES segundo empresários e gestores

 

Gestão da Emoção

 

Empresas estão cada vez mais preocupadas com a falta de profissionais que pensam.

 

Artigo “Eficiência e eficácia”

 

Artigo “O Círculo de Qualidade de Ishikawa”

 

Artigo “Círculo de Controle da Qualidade (CCQ)”

 

Artigo “Sistema de Produção Puxada Pelo Cliente (SPP)”

 

Coerência documental em Segurança e Saúde Ocupacional

 

Norma Regulamentadora – 00 (NR-00)

 

Interpretação dos textos legais

0 Comentário

Enviar comentário