Pernambuco sem crise a partir de 2016

Postado por em janeiro 28, 2016 em Artigos Técnicos, Materiais para Ler e Baixar | 0 comentários

Pernambuco sem crise a partir de 2016

Pernambuco sem crise a partir de 2016 – Por Heitor Borba

 

Após breve recesso econômico iniciado em 2014, empreendimentos previstos põem fim à crise que se abateu sobre o Estado de Pernambuco.

Muito se ouve falar de otimismo. Que temos que ser otimistas e blá, blá, blá! Mas poucos enxergam o óbvio dessa religião. Tempos atrás escrevi um artigo sobre os riscos da atuação profissional otimista e pessimista. Nessa mesma ocasião, ressaltei a segurança da atuação profissional realista e racional. As religiões pessimista e otimista devem ser banidas definitivamente do meio empresarial. Isso não funciona, nunca funcionou e jamais funcionará. As decisões devem ser tomadas sempre através da análise de dados (concretos ou subjetivos). Acreditar em algo não fará com que esse algo seja verdadeiro. Se assim fosse, todas as religiões, folclores e superstições seriam verdadeiros.

Os gestores devem possuir habilidades para:

a)    Colher dados e informações através de fontes confiáveis;

b)    Analisar dados e informações;

c)    Concluir acertadamente com base nos dados e informações disponíveis.

Por isso os profissionais intuitivos, pessimistas e otimistas são na verdade gambiarras que podem causar grandes prejuízos às organizações. Empresários que valorizam seus investimentos não entram em baboseira holística (no sentido espiritual), exotérica ou religiosa, mas apenas investem com base em análise de dados e informações.

Não estou criticando a visão holística no sentido global ou organizacional (oposta à lógica mecanicista), que leva o empresário a considerar todo o potencial da empresa, em termos de elementos, estratégias e atividades, resultando numa representação única da organização.

No entanto, o otimismo/pessimismo e a intuição, quando baseados em dados e informações confiáveis, são representativos da verdade, levando o profissional a tomar decisões mais próximas possíveis das ideais. Nesse caso, deixa de ser crendice e passa a se constituir conclusão de dados e informações.

Essas informações existem e comprovam que o Estado de PE sairá da crise ainda em 2016 em função dos empreendimentos aprovados, como por exemplo:

a)    Retomada das obras da Refinaria;

b)    Retomadas das obras de transposição do São Francisco;

c)    Construção de barragens;

d)    Construção, ampliação e manutenção de Estações de Tratamento de Água (ETA);

e)    Construção de parques industriais;

f)     Ampliação do Porto do Recife e de Suape;

g)    Conclusão da obra do Museu Cais do Sertão;

h)    Construção do Complexo Hoteleiro e Comercial no Cais de Santa Rita;

i)     Urbanização da PE-15;

j)      Obras de infraestrutura diversas;

k)    Obras de recuperação estrutural, reformas e ampliação em edificações antigas, pontes, etc;

l)      Obra do Plano de Urbanização do Cais de Santa Rita, Cais José Estelita e Cabanga;

m)  Obras de construção e ampliação de subestações de energia elétrica da CHESF.

Mais para adiante, há também previsão para construção de grandes Condomínios em Enseada dos Corais, Paiva, Porto de Galinhas e Goiana. Aliás, há desenvolvimento de estudos para construção de um bairro planejado que vai do Paiva até a PE-60.

Sem falar que os empreendimentos atuais de menor porte continuam sendo tocados, num ritmo menor, mas continuam sendo tocados, e com perspectiva de aceleração quando do início dos demais empreendimentos previstos ainda para 2016. Os empreendimentos previstos para 2017/2018 nos fornece garantia de recuperação definitiva da economia em nosso Estado.

Importante salientar que o governo pode estar quebrado, mas os empresários não, apenas colocaram precavidamente o pé no freio. Mesmo sem os investimentos do governo as obras da iniciativa privada continuarão sendo tocadas. A importância da construção civil no cenário econômico é enorme. A construção civil é o carro chefe da economia porque movimenta praticamente todos os setores econômicos. Os mais beneficiados são indústrias diversas, comércio e serviços e a própria construção civil. Quem trabalha na construção civil também possui casa. Alguém ventilou que não adianta o Estado de PE possuir uma economia forte se o país está quebrado. Claro que adianta. O impacto de uma crise nacional ou mundial será bem menor num Estado com economia forte.

Aos profissionais disponíveis no mercado e empresas em crise tenho a dizer que apenas aguardem mais um pouco que tudo será resolvido. Os profissionais devem aproveitar a parada técnica para melhorar o currículo, se requalificar e buscar especializações nas suas áreas de competência. As empresas devem buscar certificações, como as ISO da vida, melhorar a estrutura organizacional/departamental, repensar produtos e serviços e adotar ações que promovam o diferencial no mercado. Esses são os dados, essas são as informações, tirem suas conclusões. Sucesso em seu novo desafio, sucesso em seu novo empreendimento e mãos à obra. Vamos trabalhar.

Webgrafia:

http://heitorborbasolucoes.com.br/empresas-brasileiras-enfrentam-crise-disfarcada-em-2014/

http://heitorborbasolucoes.com.br/o-otimismo-pode-ser-tao-danoso-quanto-o-pessimismo/

http://heitorborbasolucoes.com.br/objetividade-profissional-e-eficiencia-funcional/

http://www.significados.com.br/holistico/

http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2016/01/1726447-petrobras-vai-retomar-obras-da-refinaria-de-pernambuco.shtml

http://jconline.ne10.uol.com.br/canal/economia/pernambuco/noticia/2016/01/05/retomada-da-obra-da-refinaria-abreu-e-lima-e-esperanca-de-emprego-215215.php

http://www.em.com.br/app/noticia/politica/2015/12/22/interna_politica,719682/em-pe-dilma-diz-que-obra-de-integracao-do-sao-francisco-sera-concluid.shtml

http://www.impresso.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/cadernos/vida-urbana/2015/11/21/interna_vidaurbana,131555/pe-15-recebera-obras-de-urbanizacao-em-2016.shtml

http://www.iguaracynews.com.br/2015/06/ministro-anuncia-obras-de-pernambuco.html

http://www.licite.com.br/home/index.php

http://www.archdaily.com.br/br/766594/prefeitura-de-recife-aprova-novo-plano-urbano-para-o-cais-jose-estelita

http://blogs.ne10.uol.com.br/peinvestimento/2012/09/04/pe-tera-mais-um-bairro-planejado/

Artigos relacionados:

Características das empresas de alto desempenho

 

Atributos necessários ao Gestor de Projetos

 

Motivação funcional

 

Delegação da autoridade funcional

 

Responsabilidade X Autoridade

 

Sistema de Comunicação Organizacional (SCO)

 

Planejamento estratégico baseado em julgamentos

 

Gestão da liderança na organização

 

O Comando empresarial

 

Objetivos e metas

 

Habilidades necessárias ao exercício das funções gerenciais

 

Fatores críticos de sucesso de um projeto

 

A importância do Plano de Ação no gerenciamento de projetos

 

Planejamento Empresarial

 

A ferramenta 5W2H

 

Gestão preventiva dos Comportamentos Críticos

 

Objetividade profissional e eficiência funcional

 

Gestão de Segurança e Saúde Ocupacional em obras de Construção Civil

 

Prova e evidencia

 

SESMT ineficazes representam prejuízos para as empresas

 

Lean Construction

 

Teoria da Contingência

 

Profissionais da geração “Y” são YRRITANTES segundo empresários e gestores

 

Gestão da Emoção

 

Empresas estão cada vez mais preocupadas com a falta de profissionais que pensam.

 

Artigo “Eficiência e eficácia”

 

Artigo “O Círculo de Qualidade de Ishikawa”

 

Artigo “Círculo de Controle da Qualidade (CCQ)”

 

Artigo “Sistema de Produção Puxada Pelo Cliente (SPP)”

 

Coerência documental em Segurança e Saúde Ocupacional

 

Norma Regulamentadora – 00 (NR-00)

 

Interpretação dos textos legais

Enviar comentário