A tecnologia virtual e o isolamento social

Postado por em abril 5, 2017 em Artigos Técnicos, Materiais para Ler e Baixar | 0 comentários

A tecnologia virtual e o isolamento social

A tecnologia virtual e o isolamento social – Por Heitor Borba

 

 

O isolamento social causado pelo uso indiscriminado da tecnologia virtual, cujos vetores principais são os computadores e os celulares, é cada vez mais intenso e problemático.

Não é somente o isolamento social, a internet também contribui para a alienação, analfabetismo, desrespeito aos direitos autorais, desinformação e até mesmo, idiotização das pessoas.

Os principais sintomas relatados e estudados são:[1]

a)    Dependência psicológica (desejo irresistível de usar a rede gerando incapacidade de controlar seu uso);

b)    Muita irritação quando não conectados;

c)    Euforia assim que conseguem acesso;

d)    Obsessão pela vida virtual;

e)    Descaso pela vida real ou presencial, negligenciando até o sono, a alimentação e os relacionamentos off-line, por exemplo;

f)     Dores de cabeça, ombros, pescoço, nervo ótico, punhos, tendões dos braços;

g)    Edema dos membros inferiores;

h)    Sensação de formigamento nas mãos e braços;

i)     Taquicardia;

j)      Patologias decorrentes das posturas forçadas, dos movimentos repetitivos e das condições psicológicas a que estão submetidos os internautas patológicos, como o “pescoço de texto” (text neck), que é uma alteração na região do pescoço, que aumenta gradativamente se não se muda a postura.[2]

No entanto, este artigo deverá focar no isolamento social causado pelo uso patológico da tecnologia virtual. Do ponto de vista social, a preferência pela vida virtual em detrimento da presencial pode trazer sérios problemas, como por exemplo:

a)    Perdas de relacionamento importantes (casamentos, relações entre pais e filhos, etc.);

b)    Prejuízos escolares e no trabalho;

c)    Perda da vida, deixando de viver momentos importantes e preciosos, interagindo com seus semelhantes.

Essas consequências devem-se a progressão do individualismo e a tecnificação da vida, com consequente afastamento do individuo da vida familiar, social e política, desconsiderando as diferenças individuais. Isso contribui para uma padronização dos discursos, imagens e significados sociais, em obediência à lógica imposta pelo mercado capitalista, resultando no aprofundamento do ostracismo do internauta patológico.[3]

Os temas preferidos pelos doentes virtuais giram sempre em torno de assuntos como fotos pessoais, amor, sexo, amizade, humor, futebol, decepções amorosas, angustias, tristeza, anorexia, bulimia e depressão, raramente envolvem assuntos científicos, causas sociais ou questões políticas. Daí a avanço do analfabetismo funcional e científico.[4] Sem falar no analfabetismo natural decorrente do mau uso da escrita utilizada nesses espaços.

Ou seja, a sedução pelo virtual ocasiona a exclusão social. Essa patologia, ainda em estudo, busca encontrar os meios para diagnóstico e tratamento eficazes. Atualmente a psiquiatria considera essa doença como uma “perturbação do controle dos impulsos que não envolve uma substância tóxica”.  E é essa perturbação do controle dos impulsos que segrega e adoece o usuário compulsivo da tecnologia virtual.  O que temos de certeza atualmente é que o uso excessivo da Internet tem provocado efeitos colaterais danosos para à saúde e bem-estar físico e mental dos indivíduos, sendo o isolamento social apenas mais um dano psicopatológico.[5]

 

Webgrafia:

[1] Uso patológico da internet

http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-711X2013000200007

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69092014000200005

[2] Pescoço de texto

http://blogs.odia.ig.com.br/vidaeacao/gerais/pokemon-go-em-excesso-pode-causar-pescoco-de-texto/

[3] Consequências do isolamento social

http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-52672012000300002

[4] Analfabetismo funcional e científico

http://www.sbpcnet.org.br/site/noticias/materias/detalhe.php?id=2332

http://www.cienciahoje.org.br/noticia/v/ler/id/2137/n/brasileiro:_analfabeto_cientifico

https://educacao.uol.com.br/noticias/2016/02/29/no-brasil-apenas-8-escapam-do-analfabetismo-funcional.htm

http://brasilescola.uol.com.br/gramatica/analfabetismo-funcional.htm

[5] Uso excessivo da internet

http://ler.letras.up.pt/uploads/ficheiros/10761.pdf

Foto que abre o artigo: Physio Institute http://physioinstitute.com.br/

Artigos relacionados:

Uso de notebooks para trabalhos contínuos é proibido pela NR-17

 

Enviar comentário